segunda-feira, 4 de maio de 2009

E o trabalho continua...

Mais uma vez estivemos em Ipiguá, visitando as locações escolhidas para o filme. Mas desta vez a comitiva foi maior: Valquiria, Rafael, Eduardo, Carla, Karen, Hunfrey, Flavinha, Macaco, Odaval, Bordon, Fernando e eu.
Cada um pode ver o que lhe interessava em relação à estória. O Odaval anotou detalhes sobre o bar e igreja e está intensificando suas pesquisas sobre os objetos de cena. A Valquíria me secretariou e, com essa ajuda, pude esmiuçar na prática algumas cenas. Os atores, Hunfrey, Carla e Karen, sentiram a energia de seus personagens in loco. Macaco e eu fizemos algumas simulações de cenas, testando enquadramentos. A Flavinha fez mais fotos. E, como não podia deixar de ser, o Bordon filmou tudinho.
As coisas estão muito bem encaminhadas. Tenho certeza de que vamos fazer um excelente trabalho, pelo simples fato de termos pessoas criativas e dedicadas injetando suas energias nesse filme. Daí, algum leitor desavisado pode pensar: “E precisa de tudo isso pra fazer um filminho de 15 minutos?” Cara, nosso filme poderia ter dois minutos ou duas horas e o trampo seria o mesmo no que diz respeito ao trabalho artístico que pretendemos fazer. E dá um suador danado!
A minha maior preocupação agora é o patrocínio. Como é difícil conseguir dinheiro pra fazer cinema! E no interior, então? Parece impossível.... Rogo aos céus, aos deuses e a todos empresários de bom coração e visão cultural avançada que nos procurem. Precisamos de pouco, muito pouco dinheiro pra tirar nosso projeto do papel e coloca-lo numa tela bem grande. Já pensou que linda a logomarca da sua empresa apresentando nosso filme? Quer propaganda melhor que essa????
Para marcar uma reunião (em que poderemos apresentar todo o projeto e as contra-partidas) é só deixar um comentário no blog.

Não deixem de espiar o primeiro vídeo do making off, by Alexandre Bordon.
Beijão!

Um comentário:

Thais disse...

Nossa, como ficou bom o video!! Queria ter ido com vocês, mas li seu e-mail só no sabado Bianca.
Não vejo a hora de poder já atuar na produção. Está ficando tudo muito bom.
Beijos a todos...
Thais.